Claramente

É um pensamento claramente totalitário imaginar que o Estado cria leis perfeitas que possam confinar a sociedade integralmente. Se cremos que uma sociedade é capaz de auto-regulamento é impossível não imaginar que leis imperfeitas não estejam no caminho da ordem natural que dela emerge. O espírito rebelde do “jeitinho brasileiro” não é de se jogar fora.

Anúncios