Nobreza

É misteriosa a razão pela qual veículos de duas rodas com motor sejam ignoradas em relação as que usam carboidratos como combustível, a superioridade é evidente quando se busca uma alternativa à altura de veículos de quatro rodas, mas é que a nobreza ambiental agora anda sob um extenso tapete vermelho em uma das maiores cidades brasileiras, salvas onde possa demonstrar sua superioridade aristocrática contra a produtividade barulhenta, afinal brasileiro ama ostentar pobreza, por isso sofre o martírio calórico por quilômetros: ir à padaria em Copenhague é três esquinas, mas em São Paulo são doze. Cabe fechar os olhos e sonhar em escandinavo pelo caminho.

Anúncios