Biscoito

Discutir liberdade de expressão à brasileira é uma piada enquanto esta é totalmente dependente de concessão governamental. O bullying do governo com emissoras afim de calar jornalistas, a capacidade de remover ovos de páscoa de circulação e brigar pelo fim da propaganda infantil mostra que já há um poder total nas mãos do governo que rivaliza com o período militar, e isso com a aprovação da maioria brasileira: A democracia brasileira é a mesma de Pyongyang.

Nos paredões do politicamente correto cartunistas e publicitários, coelhinho da páscoa e jornalistas podem ser censurados por camponeses com tochas nas mãos, figuras de coração puro que saem  a massacrar monstros de direita, extirpando a maldade nos outros pela própria barbárie, o empresário brasileiro é aquele está nos porões da ditadura tendo de explicar o porque seu biscoito não faz referência à minorias. Para a elite brasileira, o que é moral e bom é meramente o sentimentalismo de um coração cheio de ódio à verdade, não existe esquerdista maior que o classe média, que sonha em ter filho funcionário público e assim ser rico, e para isso já o educa no progressismo.

Quem sonha que um país em que o dirigismo é a palavra da vez, que o positivismo é a metafísica do governo, que todo partido é a mesma ladainha de esquerda, os meios de comunicação é monopólio do governo, e tudo com a aprovação popular saiu da ditadura está mentindo para seus próprios olhos.

Anúncios