Fumaça

A suposta vitória secular em se comprovar que Hitler era cristão (contra todas as evidências, é claro) é irônica, se pegarmos hipoteticamente como verdade e se perguntar o que aconteceria se o mesmo tivesse pregado suas estultícias racistas à 7 séculos atrás, quando laicismo era piada e o herege virava fumaça, o argumento evapora. É com os hereges livres, como Leonardo Boff dentre tantos que vendem mundaneidades seculares como evangelho, que o secularismo monta seu argumento contra a opressão do cristianismo? Um verdadeiro tiro no pé.

Anúncios