Bêbado

O que é senão o moderno sistema de saúde como um suporte à todos os vícios a serem pagos pelos saudáveis? A irresponsabilidade de fumar, beber em demasia, enquanto não amparada era especificamente imoral: o bêbado estava junto ao hipócrita na fila do inferno. Mas o diabo pregou essa peça chamada direito gratuito à saúde à sociedade, cuja gratuidade vem do salário de cristãos que, seguindo e pregando publicamente sua moral, evita muitos males, mas pelo vício ser amparado enquanto a fé é privatizada (quem disse que a esquerda não gosta de privatização? Especialmente se for a privatização da sua opinião.), torna-se um conflito entre o Estado e a Igreja. Ao fim a conclusão do trote é que o moderno direito à saúde deva domar os homens para conter os gastos com a demanda, afinal, algo tem de sobrar para a propaganda oficial.

Nem mesmo Deus ampara aquele que salta de precipícios pedindo seu socorro, como tal exigência deve ser feita à todo homem?

Anúncios