Filhos

Os filhos brasileiros da idolatria iluminista da razão crêem no mito de que a educação moraliza, que basta ensinar estuprador a não estuprar, doutrinar conscientização, criar escolas e não cadeias, isso se deve ao terem esquecido da doutrina do homem caído, o homem sendo born-evil não se pode esperar que a razão seja suficiente para sua transformação espiritual, ultimamente, ser bom ou mal é uma livre escolha, dado a incerteza das cosmovisões, a quem a razão apenas aponta as possibilidades de caminhos. Aos que escolhem o caminho do mal, sobra “I fight the law, and the law won“.

O educado que não foi transformado resultou no imoral sofisticado: o criminoso intelectual, pai do ativismo de esquerda. Aquele que defende a imoralidade com qualidade filosófica, e seus frutos demoníacos são conhecidos desde a revolução francesa. O homem pós-moderno, ao ver os frutos da luta contra a moral dos comandos divinos, quer suicidar a civilização com desconstrucionismo e relativismo, por teimosia em não aceitar a firmeza da fé do homem medievo, é somente, um iluminista orgulhoso. Nem mesmo o liberal, filho do iluminista, que se arroga ao ditar que a liberdade econômica é sua filha, percebe que o judeu, o medieval e depois o calvinista, são seus avós.

Bandidos intelectualizados são famosos na cultura, por exemplo Hannibal, apesar de ser um serial killer sem emoções, era um estudioso das emoções, um psicólogo, a falta de elementos subjetivos em Hannibal, fora sua egolatria instintiva, o transformava no cientista perfeito, capacitado a avaliar suas vítimas, seria membro maior do clero da ciência, a ser usado pelo ativista iluminista.

Também se nota que por isso o educador brasileiro está encarregado do pastoreio moral, e enquanto isso, desvincula qualquer cosmovisão religiosa do ensino, desvirtuando qualquer possibilidade de erguer uma sólida moralidade sem arbitrariedade. O arbitrarismo professoral está em movimento de substituir a autoridade pastoral, e familiar, cabe reconhecer que um pedaço de papel pintado é menor do que a confirmação de um direito celeste.

Anúncios