Incomum

Há algo que não é incomum nos romanos, é seu orgulho do pecado e de ser pecador, coisa mais rara no meio protestante, em que há mais perigo de hipocrisia que despudor. O primeiro jacta de sua fraqueza, brada que faz parte do mundo, o segundo discretamente esconde os seus desfavores à causa de Cristo. Talvez seja falha mais daqueles católicos nominais populares que não levam a sério a doutrina moral da Igreja, que praticam o mal e sem a aflição do arrependimento se confessam, mas não deixam de ser alvo de algum destaque quando chegam a ocupar posições conservadoras.

Anúncios